Dança

Programação de dança para os dias 14 a 20 de julho

Por: Isabella Grossi - Atualizado em

Guto Muniz/Divulgação
(Foto: Redação VejaBH)

ÂNIMA COMPANHIA DE DANÇA. Tão Longe, Tão Perto, Tão Perto, TÃO... explora os desencontros do homem contemporâneo com seus próprios sentimentos e com os do próximo. Atrasos, enganos, medos e outras neuroses urbanas geradas pela falta de diálogo nas cidades permeiam o espetáculo. A companhia de Porto Alegre (RS) foi criada em 1991 por Eva Schul, italiana nascida no pós-II Guerra Mundial, considerada uma das precursoras da dança contemporânea no Brasil. Direção de Eva Schul (45min). Livre. Sala Juvenal Dias do Palácio das Artes (176 lugares). Avenida Afonso Pena, 1537, Centro, ☎ 3236-7400. → Sábado, 20h; domingo, 18h. R$ 15,00. Bilheteria: 10h/21h (seg. a sáb.); 14h/20h no domingo. Cc: M e V. Cd: M e V. IC. Até este domingo (15).

HORIZONTES URBANOS. A mostra reú­ne espetáculos de dança especialmente concebidos para o ambiente urbano, estabelecendo uma integração com a arquitetura. Serão oito intervenções em ruas e praças da capital. Artistas da Espanha, França e Brasil (Salvador, Recife, São Paulo e BH) estão na programação do evento, que integra a rede internacional Ciudades que Danzan, ligada a Associación Marató de L´Espectacle, de Barcelona. Praça da Saúde. Avenida Silva Lobo com Rua Viamão, Grajaú. Este sábado (14), a partir das 10h. Praça Floriano Peixoto, s/n°, Santa Efigênia. Sábado (14), 15h. Parque Ecológico. Avenida Otacílio Negrão de Lima, 6061, Pampulha. Domingo (15), a partir das 10h30. Grátis. www.horizontesurbanos.com.

ISTO É BRASIL - COM ANA BOTAFOGO E CARLINHOS DE JESUS. A apresentação narra a origem do samba, trazendo uma síntese da cultura africana e sua influência na arte brasileira. No palco, Carlinhos de Jesus e mais dezoito dançarinos bailam o chorinho, o samba de roda e a gafieira, entre outras manifestações populares. Ana Botafogo sola Feitiço e marca presença em Garota de Ipanema e Divina Dama, ambas as coreografias num dueto com Carlinhos. Ao final do espetáculo, os bailarinos surpreendem em Aquarela do Brasil, com demonstração de mestre-sala, porta-bandeira e passista, numa referência ao festejado Carnaval carioca (60min). 16 anos. Arena Chevrolet Hall. Avenida Nossa Senhora do Carmo, 230, Savassi, ☎ 3209-8989. → Sábado (21), 21h. De R$ 50,00 a R$ 100,00. Bilheteria: 12h/20h (seg. a sáb.); 14h/20h no domingo. Cc: todos. Cd: M e V. TF.

NÚCLEO ARTÍSTICO FLORESTA. O espetáculo É Moda mostra as tendências mais marcantes da vestimenta, da pré-história à contemporaneidade. No palco, os bailarinos da companhia apresentam não somente as roupas, mas a filosofia e comportamento de cada época. Anos 20, navy, minissaia, moda hippie, rock e hip-hop são exemplos das coreografias, dançadas ao som de jazz, dança de rua e balé clássico. Direção de Luiza de Marilac (60min). Livre. Teatro Sesiminas (660 lugares). Rua Padre Marinho, 60, Santa Efigênia, ☎ 3241-7181. → Terça (17), 20h. R$ 40,00. Bilheteria: 13h/19h todos os dias. IR.

Fonte: VEJA BELO HORIZONTE