Teatro

Programação de teatro e dança para o período entre 07 e 13 de maio

- Atualizado em

› REESTREIAS

Bata-me! (Popwitch)

Em seu terceiro trabalho sobre o pop, o ator e diretor Diego Bagagal põe em cena arquétipos universais dos contos de fadas e da cultura popular, aliando recursos de vídeo, projeções e internet. Na tragicomédia, cinco atores contam a história de uma transbruxa brasileira (Popwitch), residente ilegal na Europa, que é espancada pelo príncipe encantado português. Embriagada pelas palmadas, ela se apaixona e reivindica o seu direito a um final feliz. Direção do autor (50min). 16 anos. Estreou em 30/1/2013.

CentoeQuatro. Praça Rui Barbosa, 104, Centro, ☎ 3222-6457. Quinta a domingo, 20h. Grátis. Até dia 29. Reestreia prometida para sexta (13).

✪✪✪ Desculpa Qualquer Coisa

A apresentação é comandada por Bruno Berg, João Basílio, Bruno Costoli e Thiago Carmona. Com temas provocativos, mas pouco ofensivos e escrachados, os humoristas envolvem a plateia numa onda de aplausos e gargalhadas. Para incrementar o formato stand-up, o quarteto simula uma mesa-redonda bem-humorada, em que são discutidas as principais notícias da semana (80min). 14 anos. Estreou em 5/9/2011.

Choperia Santa Tereza. Rua Mármore, 365, Santa Tereza, ☎ 3245-6567. Terça (10), 21h. R$ 15,00 e R$ 50,00 (a mesa para quatro pessoas).

Meu Passado Não Me Condena

Para o grande público, foi em Toma Lá Dá Cá, o seriado da Rede Globo, que a atriz Fernanda Souza mostrou que consegue se dar bem no humor. Apesar de abusar de caricaturas, a personagem rendia boas risadas. Antes, a novelinha Chiquititas, do SBT, já havia catapultado Fernanda à fama nacional. Atualmente, ela frequenta mais uma vez esse universo cômico ao interpretar Bernadete no seriado juvenil Malhação, também da Globo. Na comédia que agora reestreia, Fernanda revela os bastidores de sua vida artística e narra, inclusive, perrengues de quando era menos conhecida. A ideia de contar tais banalidades surgiu depois que ela viu algo parecido encenado pelo ator Marcelo Serrado (75min). Estreou em 2/10/2013.

Grande Teatro - Cine Theatro Brasil Vallourec (1 000 lugares). Rua dos Carijós, 258, Centro, ☎ 3222-4389. → Neste sábado (7), 21h, e domingo (8), 19h. R$ 100,00. Bilheteria: 11h/21h (seg. a sáb.); 10h/19h (dom. e feriados).

› EM CARTAZ

#140 ou Vão

Na contramão de sua última montagem, 180 Dias de Inverno - que levou aos palcos uma densa história de amor inspirada em conto de Nuno Ramos -, a Cia. Afeta estreia esta comédia dramática. Escrito pelo carioca Felipe Rocha, que ganhou o Prêmio Shell 2011 por Ninguém Falou que Seria Fácil, o espetáculo narra o relacionamento de um jovem casal. Um intenso e rápido romance que, como seus protagonistas, nasceu durante a revolução digital. Videoarte e música experimental incrementam a trama (50min). 14 anos.

Teatro Oi Futuro Klauss Vianna (329 lugares). Avenida Afonso Pena, 4001, Mangabeiras, ☎ 3223-6756. → Neste sábado (7), 21h, e domingo (8), 19h. R$ 10,00. Bilheteria: 15h às 21h (ter. a sáb.); 13h às 19h (dom.). Cd: todos. Cc: todos.

E Se Elas Fossem para Moscou?

+ Ousado, espetáculo E Se Elas Fossem para Moscou? mistura cinema e teatro

Galpão Cine Horto (200 lugares). Rua Pitangui, 3613, Horto, ☎ 3481-5580. Neste sábado (7), 19h e 21h30, e domingo (8), 20h. R$ 20,00. A bilheteria abre duas horas antes do espetáculo.

Isso É para Dor

Depois de estrear Sobre Dinossauros, Galinhas e Dragões Parte II de III e Elisabeth Está Atrasada..., com direção e dramaturgia coletivas, a Primeira Campainha pôs nas mãos de Byron O' Neill a sua mais recente montagem. Enquanto o mundo desmorona, Benjamim Amapola, Shyrley Ballantine's - mais conhecida como Mary - e Vonda Yeva Pavlova decidem começar o ensaio sem Margareth, que dorme há mais de uma semana, causando inveja. Cheio de deboche - e do absurdo de Samuel Beckett e Eugène Ionesco -, o drama tem como fio condutor O Diário de Anne Frank, escrito pela garota judia durante a II Guerra (60min). 10 anos. Estreou em 7/3/2014.

Palácio das Artes - Teatro João Ceschiatti (148 lugares). Avenida Afonso Pena, 1537, Centro, ☎ 3236-7400. → Quinta a sábado, 21h; domingo, 19h. R$ 10,00. Cc: M e V. Cd: M e V. Bilheteria: 10h/21h (seg. a sáb.); 14h/20h no domingo. IC. Até 13 de julho.

Neuróticos Não Anônimos

Criada pelo GMT (Grupo Mineiro de Teatro), a comédia mostra dilemas da atualidade enfrentados por personagens como Romeu e Julieta, Branca de Neve e Cleópatra, que buscam ajuda no divã do doutor Zito Black, um psiquiatra completamente desequilibrado. O texto é de Ramon da Matta (80min). 14 anos. Estreou em 1º/6/2013.

Teatro Sesi Holcim (115 lugares). Rua Padre Marinho, 60, Santa Efigênia, ☎ 3241-7181. → Neste sábado (7), 21h, e domingo (8), 20h. R$ 24,00. Bilheteria: todos os dias, das 13h às 19h, e no dia do espetáculo até a hora da apresentação.

Silet

A dança-teatro da Litura Coletivo de Criação lança um olhar poético sobre a questão da orientação sexual e de gênero, debate que, muitas vezes, causa reações extremistas no Brasil (50min). 16 anos. Estreou em 6/6/2014.

Esquyna - Espaço Coletivo Teatral (70 lugares). Rua Célia de Souza, 571, Sagrada Família, ☎ 8647-6627. Neste sábado (7), 20h, e domingo (8), 19h. R$ 10,00. A bilheteria abre uma hora antes do espetáculo.

✪✪ Tudo o que Você Sempre Quis Saber sobre Sexo, Está na Hora de Perguntar

Inspirado na canadense Sue Johanson, popularmente conhecida como vovó do sexo na televisão, o humorista Renato Millani encarna uma vovozinha muito bem resolvida e fissurada em sexo nesta comédia. Recém-enviuvada após um casamento satisfatório com o vovô, a velhinha sente a necessidade de passar adiante os seus conhecimentos, e faz isso tecendo novas interpretações para as histórias de Adão e Eva e Chapeuzinho Vermelho. Todo o universo sexual tem lugar nas piadinhas (70min). 16 anos. Estreou em 24/4/2009.

Teatro Nossa Senhora das Dores (219 lugares). Avenida Francisco Sales, 77, Floresta, ☎ 3226-9459. Neste sábado (7), 21h, e domingo (8), 19h30. R$ 30,00/postos Sinparc, R$ 12,00. A bilheteria abre uma hora antes do espetáculo.

DANÇA

Grupo de Dança Primeiro Ato

Após o lançamento do livro Primeiro Ato, 30 Anos, os bailarinos da companhia sobem ao palco com o espetáculo Sem Lugar (foto), que homenageia o poeta Carlos Drummond de Andrade. A direção é de Suely Machado (60min). Livre.

Grande Teatro - Sesc Palladium (1 321 lugares). Rua Rio de Janeiro, 1046, Centro, ☎ 3270-8100. → Terça (10), 19h30. R$ 10,00 ou 1 quilo de alimento não perecível. Retirada dos ingressos duas horas antes.

3º Corpo

Dirigida por Dudude Herrmann, a performance Miradas do Caos #2 explora a interação do corpo com imagens e sons ao vivo (45min). Livre.

Teatro Oi Futuro Klauss Vianna (329 lugares). Avenida Afonso Pena, 4001, Mangabeiras, ☎ 3223-6756. → De sexta (13) ao dia 18 (com exceção do dia 16), 20h. R$ 6,00. Bilheteria: 15h às 21h (ter. a sáb.); 13h às 19h (dom.). Cd: todos. Cc: todos.

Violeta Penna

Em Nomeiodeparacom, a bailarina apresenta uma nova visão da juventude e de suas descobertas (45min). Livre.

Meia Ponta - Espaço Cultural Ambiente (80 lugares). Rua Grão Pará, 185, Santa Efigênia, ☎ 3241-2020. Neste sábado (7), 20h, e domingo (8), 19h. R$ 5,00. A bilheteria abre uma hora antes.

Fonte: VEJA BELO HORIZONTE