Teatro

Sucesso no 'Porta dos Fundos', Fábio Porchat faz duas apresentações de seu stand-up domingo (20), no Sesc Palladium

Onipresente humorista está na 'Grande Família', no 'Fantástico' e vai estrear longa-metragem

Por: Rafael Rocha - Atualizado em

Dalton Valerio
(Foto: Redação VejaBH)

Fábio Porchat: hit na internet que conquistou a televisão

Jô Soares mal podia imaginar que aquele jovem na plateia de seu programa que, abusado, pedira o microfone se tornaria um dos humoristas mais atuantes - e de fato engraçados - do país. Era Fábio Porchat, agora nome conhecido graças, principalmente, à explosão de acessos que os vídeos do Porta dos Fundos, seu grupo de humor, registram no YouTube. O comediante faz aqui, no domingo (20), duas apresentações de seu espetáculo de stand-up comedy Fora do Normal. É bem possível que a procura seja grande e fique gente de fora, levando em consideração que sua figura tem sido quase onipresente: ele participa de A Grande Família e do Fantástico, programas da Rede Globo, e seu novo longa-metragem, a comédia Meu Passado Me Condena - O Filme, tem estreia prevista para este mês (60min). 14 anos.

Grande Teatro - Sesc Palladium (1 321 lugares). Rua Rio de Janeiro, 1046, Centro, ☎ 3279-1500. → Domingo (20), 16h e 18h30. R$ 70,00 a R$ 110,00. Bilheteria: 9h/21h (ter. a dom.). Cc: M e V. Cd: M e V. IC.

Teatro e dança: programação para os dias 12 a 18 de outubro

› ESTREIAS

BH in Solo

Em sua primeira edição, a mostra de espetáculos cênicos individuais é formada por oito apresentações-solo de teatro e de dança. Entre as peças que participam estão O Ano em que Virei Adulto, da ZAP 18, Get Out!, do Quatroloscinco Teatro do Comum, e Miradas do Caos, do 3º Corpo. Livre.

ZAP 18 (80 lugares). Rua João Donada, 18, Serrano, ☎ 3475-6131; Esquyna - Espaço Coletivo Teatral (70 lugares). Rua Célia de Souza, 571, Sagrada Família, ☎ 8446-1314. De quinta (17) ao dia 3 de novembro, 20h. R$ 10,00. As bilheterias abrem uma hora antes do espetáculo. Confira a programação completa em www.vejabh.com.

Memórias em Tempos Líquidos

Hugo e Dora formam um casal comum que, depois de algum tempo junto, entra em crise. Ela opta pela separação, mas um acidente faz com que perca parte de sua memória. O marido desaparece de suas lembranças. Na tentativa de recuperar o amor perdido, Hugo esconde a separação da esposa. É um jogo dúbio: enquanto ela tenta recuperar sua memória, ele tenta reconquistar sua mulher. A direção do drama é de Joaquim Elias e o texto é assinado por Jair Raso (50min). 14 anos.

Funarte MG (100 lugares). Rua Januária, 68, Floresta, ☎ 3213-3084. Sexta e sábado, 20h; domingo 19h. R$ 10,00. A bilheteria abre uma hora antes. Cc: M e V. Cd: M e V. Até dia 27.

Razões para Ser Bonita

+ Peça 'Razões para Ser Bonita' traz Ingrid Guimarães ao Sesc Palladium

(100min). 12 anos.

Grande Teatro - Sesc Palladium (1 321 lugares). Rua Rio de Janeiro, 1046, Centro, ☎ 3279-1500. → Sábado (19), 21h30. R$ 50,00 a R$ 100,00. Bilheteria: 9h/21h (ter. a dom.). Cc: M e V. Cd: M e V. IC.

Segredos Íntimos

O canastrão Altamirando vai aplicar um golpe do baú na jovem e rica Suzamara. Mal sabe ele que está entrando em uma roubada. A mulher é confusa e tem tripla personalidade, mas a encrenca maior fica por conta de Izildinha, sua futura sogra. Metida a serial killer, ela decepa a melhor parte do corpo de cada homem para montar seu modelo ideal de macho. Será que Altamirando vai escapar da faca? O elenco da comédia é composto pelos atores Darcy Vargas, Hélio Júnior, Igor Ayres, Igor Santana e Kátia Assis (70min).

Centro Cultural da UFMG (120 lugares). Avenida Santos Dummont, 174, Centro, ☎ 3409-8290. Sexta e sábado, 20h; domingo, 19h. R$ 12,00 (venda antecipada nos postos Sinparc) a R$ 30,00.

› EM CARTAZ

A Mandioca Brava

Yuri Simon é quem dirige a comédia inspirada no clásssico A Mandrágora, de Nicolau Maquiavel, que discute o comportamento humano e seus interesses mais íntimos: a luxúria, a ganância, as instituições familiares, o papel da mulher, a Igreja e a religiosidade. Em cena, sete atores contam a história de um homem da capital que usa e abusa de artimanhas para conquistar o amor de uma mulher casada, que mora no interior (80min). 12 anos. Estreou em 4/10/2013.

Spetáculo Casa de Artes (150 lugares). Rua Pouso Alegre, 1568, Santa Tereza, ☎ 3481-1670. → Sexta e sábado, 21h; domingo, 20h. R$ 40,00/postos Sinparc, R$ 15,00, A bilheteria abre duas horas antes do espetáculo. Até 8 de dezembro.

Desculpa, Não Estamos na TV

Inspirados por todo o universo televisivo, Bruno Berg, Thiago Carmona, Bruno Costoli e João Basílio resolveram provar que é possível fazer rir em noticiários, competições para revelar talentos, documentários, programas para arrumar namorado e momentos de homenagem. O stand-up é caprichado com improvisações dos humoristas, que integram a companhia Desculpa Qualquer Coisa (60min). 14 anos. Estreou em 4/10/2013.

Teatro Sesi Holcim (115 lugares). Rua Padre Marinho, 60, Santa Efigênia, ☎ 3241-7181. → Sexta, 21h, sábado, 19h e 21h, e domingo, 20h. R$ 30,00. Bilheteria: todos os dias, das 13h às 19h, e no dia do espetáculo até a hora da apresentação. Até domingo (13).

É Vira-Lata, Mas Não Tem Rabo Preso

O ator Marcelo Duque é quem protagoniza a comédia de Victor Sant'anna. Nela, um ex-morador de rua vive num antigo teatro abandonado, contando suas aventuras e desventuras. Dirigido por Carlos Nunes, o espetáculo propõe uma reflexão sobre questões políticas, sociais e humanas (60min). 12 anos. Estreou em 26/9/2013.

Teatro da Cidade (173 lugares). Rua da Bahia, 1341, Centro, ☎ 3273-1050. Sexta e sábado, 20h30; domingo, 19h. R$ 40,00/Postos Sinparc, R$ 15,00. Bilheteria: 14h/19h (ter. e qua.); a partir das 14h (qui. e sex.); a partir das 16h (sáb. e dom.). Até este domingo (13).

Lisbela e o Prisioneiro

A história de amor de Lisbela e Leléu, que ganhou as telonas em 2003 e, junto, o coração do público, chega à capital com texto de Osman Lins e direção de Ricardo Batista. Fernanda Botelho interpreta a sonhadora mocinha, que é filha de delegado e está de casamento marcado com um advogado. Mas acaba se apaixonando por Leléu (Guilherme Oliveira), um incorrigível conquistador, artista mambembe de circo. O elenco da comédia fica completo com Luciano Luppi, Geraldo Peninha, Geraldo Carrato, João Ferreira, Edu Costa e Rubens Ramalho (90min). Livre. Estreou em 26/9/2013.

Teatro Dom Silvério (395 lugares). Avenida Nossa Senhora do Carmo, 230, Savassi, ☎ 3209-8989. → Sexta e sábado, 21h; domingo, 20h30. R$ 15,00 (nos postos Sinparc) a R$ 40,00. Bilheteria: 12h/20h (seg. a sáb.); 14h/20h no domingo. Cc: todos. Cd: todos. TF. Até domingo (20).

Nelson Freitas e Vocês

O comediante do programa Zorra Total, da Rede Globo, apresenta seu stand-up que tira sarro de assuntos como casamento e infidelidade, com um tom histriônico já conhecido na telinha. 16 anos.

Teatro Bradesco (613 lugares). Rua da Bahia, 2244, Lourdes, ☎ 3516-1360. → Sexta (18), 21h. R$ 80,00. Bilheteria: 12h/21h (seg. a sex.); 12h/20h (sáb.); 12h/19h (dom.). Cc: todos. Cd: todos. IR.

New York, New York - O Musical

Consagrada na voz de Frank Sinatra, a canção New York, New York tornou-se um hino da maior metrópole americana. Composta para o filme homônimo de Martin Scorsese, estrelado em 1977 por Liza Minnelli e Robert De Niro, ela aparece três vezes em diferentes versões orquestradas por uma genuína big band no musical dirigido por José Possi Neto, a primeira e aclamada adaptação teatral da obra de Earl Mac Rauch. Ao todo, revezam-se no palco 24 atores-cantores e bailarinos, conduzidos pelos protagonistas, Alessandra Maestrini e Juan Alba. Sob a regência do maestro Eduardo Pereira, catorze músicos complementam o corpo artístico, que permanece em cena durante todo o espetáculo (130min, com intervalo de 15min). Livre.

Grande Teatro - Palácio das Artes (1 705 lugares). Avenida Afonso Pena, 1537, Centro, ☎ 3236-7400. → Neste sábado (12), 21h, e domingo (13), 19h. R$ 120,00 (plateia I), R$ 100,00 (plateia II) e R$ 60,00 (balcão). Bilheteria: 10h/21h (seg. a sáb.); 14h/20h no domingo. Cc: M e V. Cd: M e V. IC.

Prazer

Num país qualquer, distante do Brasil, quatro amigos se reencontram e, apesar das suas angústias, seus impasses cotidianos e suas frustrações, tentam buscar a alegria. O drama da Cia. Luna Lunera tem atuação e codireção de Cláudio Dias, Isabela Paes, Marcelo Souza e Silva, Odilon Esteves e Zé Walter Albinati. Também participam do processo criativo os parceiros Éder Santos, Jô Bilac, Mário Nascimento e Roberta Carreri (105min). 16 anos.

Centro Cultural Banco do Brasil (270 lugares). Praça da Liberdade, 450, Funcionários, ☎ 3431-9400. → Sexta, 20h; sábado e domingo, 19h. R$ 10,00. Bilheteria: 9h às 21h (qua. a seg.).

› REESTREIA

Tudo de Nós

O drama autobiográfico aborda a convivência entre quatro jovens amigos reunidos num quarto. No espaço, eles revivem, encenam e discutem questões da adolescência e da juventude. Textos de dramaturgia própria mesclam-se com fragmentos do romance O Apanhador no Campo de Centeio, de J. Salinger (60min). 14 anos.

Espaço Aberto Pierrot Lunar. Rua Ipiranga, 137, Floresta, ☎ 2514-0440 e 8701-6521. Neste sábado (12), 21h; e neste domingo (13), 19h. R$ 20,00.

Fonte: VEJA BELO HORIZONTE