Teatro

Teatro e dança: programação para os dias 29 de março a 05 de abril

Por: Isabella Grossi - Atualizado em

Ricardo Cabaça
(Foto: Redação VejaBH)

Francisco Salgado, Leandro Castilho, Flávio Pardal (atrás), Jackson Costa, Vilma Melo, Bianca Byington, Alexandre Dantas (na segunda fila) e Daniela Fontan (à frente): elenco do espetáculo Farsa da Boa Preguiça, de Ariano Suassuna

ESTREIAS

BERNARDA, POR DETRÁS DAS PAREDES, de Nieve Matos. O terceiro trabalho do Grupo Repertório Artes Cênicas e Cia, de Vitória (ES), usa como matéria-prima A Casa de Bernarda Alba, de García Lorca, e Arte Poética, de Aristóteles, para discutir as relações familiares e de gênero. Na tragédia, Nicolas Corres Lopes e Roberta Portela manipulam o corpo a ponto de criar e destruir as nove personagens. Direção da autora (55min). 14 anos. Grande Teatro - Sesc Palladium (1 321 lugares). Rua Rio de Janeiro, 1046, Centro, ☎ 3214-5355. → Neste sábado (30), 21h, e domingo (31), 19h. R$ 20,00. Bilheteria: 9h/21h (ter. a dom.). Cc: M e V. Cd: M e V. IC.

AS DOMÉSTICAS, de Renata Melo e José Rubens Siqueira. Formado por Cacau Protasio, Ticiana Passos, Ana Paula Sant'Anna, Alexandre Lino e Hossen Minussi, o elenco retrata episódios e trajetórias da vida das empregadas domésticas. Lançando mão de depoimentos reais, que foram coletados pela autora, a comédia diverte e sensibiliza a plateia. Direção de Bianca Byington (60min). 12 anos. Grande Teatro - Sesc Palladium (1 321 lugares). Rua Rio de Janeiro, 1046, Centro, ☎ 3214-5355. → Sexta (5), 21h. R$ 60,00 (plateia I), R$ 50,00 (plateia II) e R$ 40,00 (plateia III). Bilheteria: 9h/21h (ter. a dom.). Cc: M e V. Cd: M e V. IC.

MEUS SENTIMENTOS, criação coletiva. O espetáculo da Flores de Jorge Cia. Cênica mergulha no universo do cineasta espanhol Pedro Almodóvar para retratar situações vivenciadas intensamente pelas mulheres. As histórias reveladas em um consultório de psicanálise potencializam a força das neuroses, os problemas e confusões enfrentados pelas personagens na tragicomédia. Direção de Fábio Furtado (75min). 12 anos. Grande Teatro - Sesc Palladium (1 321 lugares). Rua Rio de Janeiro, 1046, Centro, ☎ 3214-5355. → Terça (2), quarta (3) e quinta (4), 20h. R$ 20,00. Bilheteria: 9h/21h (ter. a dom.). Cc: M e V. Cd: M e V. IC. A plateia será reduzida, com disponibilidade para 100 lugares.

REESTREIAS

COMO A GENTE GOSTA, de Eduardo Moreira. Baseada na obra As You Like It, de William Shakespeare, a comédia musical reflete sobre o amor e suas inúmeras manifestações, levando para o lado adulto a atuação do Grupo Maria Cotia, conhecido pelas peças infantis. Em cena, Hugo Araújo, Leonardo Rocha, Marielle Brasil e Mariana Arruda vivem as loucuras de um amor apaixonado, distinguindo os universos feminino e masculino. A trilha sonora é executada ao vivo sob a batuta de Hugo Araújo e Marco França. Direção do autor (60min). Livre. Estreou em 17/12/2011. Praça Duque de Caxias, s/n°, Santa Tereza. Neste sábado (30), 16h. Grátis. Praça da Liberdade, s/nº, Funcionários. Sábado (6) e domingo (7), 17h. Grátis.

FARSA DA BOA PREGUIÇA, de Ariano Suassuna. A comédia musical narra a história de Joaquim Simão, poeta de cordel, pobre e "preguiçoso", que só pensa em dormir. Joaquim é casado com Nevinha, mulher religiosa e dedicada ao marido e aos filhos. O casal mais rico da cidade, Aderaldo Catacão e Clarabela, tem um relacionamento aberto. Aderaldo é apaixonado por Nevinha e Clarabela quer conquistar Joaquim Simão. Três demônios fazem de tudo para que o pobre casal se renda à tentação e caia no pecado, enquanto dois santos tentam intervir. Jesus observa e avalia tudo. O elenco divide o palco com mamulengos e executa a trilha sonora ao vivo, misturando músicas nordestina de raiz, folclórica e armorial. Direção de João das Neves (180 min). 10 anos. Estreou em 14/10/2011. Teatro Municipal Manoel Franzen de Lima (795 lugares). Praça Bernardino de Lima, s/nº, Centro, 3541-5649. Sexta (5), 20h30. R$ 20,00 antecipado e R$ 30,00 no dia. A bilheteria abre duas horas antes do espetáculo. Casa de Cultura Josephina Bento (3 000 lugares). Rua Padre Osório Braga, 18, Centro, Betim, ☎ 3532-2530. Sábado (6), 20h30. Grátis.

O SANTO E A PORCA, de Ariano Suassuna. Escrita em 1957, a comédia conta a história de Seu Euricão Árabe, um velho fazendeiro pernambucano que mantém em casa uma porca recheada de dinheiro. Quando recebe a notícia da visita de um rico fazendeiro vizinho, pressente que ele vem atrás de seu tesouro. Enlouquecido pelo terror de ser roubado, deixa-se levar pelas artimanhas de sua empregada Caroba, que articula poderosas manobras e cria uma rede envolvente ao seu redor. Direção de Kalluh Araújo (90min). Livre. Estreou em 11/8/2012. Praça Duque de Caxias, s/n°, Santa Tereza. Neste sábado (30), 20h. Grátis.

IMPROVÁVEL, da Barbixas Cia. de Humor. No palco não há atores, mas jogadores. Cada apresentação conta com dois humoristas convidados que se juntam a Anderson Bizzocchi, Daniel Nascimento e Elidio Sanna para um jogo de improvisações. O show é conduzido pelo público, que sugere os temas, e um mestre de cerimônias, conhecido como "MC", que dita as regras do game (70min). 14 anos. Estreou em 25/9/2009. Teatro Sesiminas (660 lugares). Rua Padre Marinho, 60, Santa Efigênia, ☎ 3241-7181. → Sexta (5), 20h e 22h, sábado (6), 19h e 21h, e domingo (7), 18h e 20h. R$ 60,00. Bilheteria: 13h/19h todos os dias. IR.

PINOCCHIO, adaptação de Beatriz Apocalypse para a obra de Carlo Collodi. Leia em Veja BH Recomenda (pág. 4). Direção coletiva (75min). 12 anos. Estreou em 11/6/2005. Teatro Bradesco (613 lugares). Rua da Bahia, 2244, Lourdes, ☎ 3516-1027. → Quinta (4), sexta (5), sábado (6) e domingo (7), 20h. R$ 15,00. Bilheteria: 12h/21h (seg. a sex.); 12h/20h (sáb.); 12h/19h no domingo.

EM CARTAZ

✪✪✪ ACREDITE, UM ESPÍRITO BAIXOU EM MIM, de Ronaldo Ciambroni. Depois de mais uma temporada de sucesso na 39ª Campanha de Popularização do Teatro e da Dança, a comédia retorna aos palcos da capital com Ilvio Amaral e Maurício Canguçu protagonizando a história de Lolô e Vicente. O primeiro, homossexual assumido, morre durante um acidente de carro. Sem acreditar na própria morte, ele se nega a ficar no céu e volta à terra. Aos poucos, vai descobrindo seus poderes e fazendo uma série de trapalhadas até encarnar em um machista noivo de uma perua ciumenta. A dupla personalidade do noivo, no caso, Vicente, vai abalar o romance e ainda revelar a homossexualidade de seu cunhado. Direção de Sandra Pêra (80min). 10 anos. 30/7/1998. Teatro Alterosa (320 lugares). Avenida Assis Chateaubriand, 499, Floresta, ☎ 3237-6611. → Neste sábado (30), 21h, e domingo (31), 19h. R$ 40,00 / Postos Sinparc, R$ 15,00. Bilheteria: terça a domingo, de 12h às 19h30, e no dia do espetáculo até a hora da apresentação.

DISCURSO DO CORAÇÃO INFARTADO, de Silvana Stein e Ricardo Alves. Jr. Horácio, um velho cômico que sempre desejou ser um ator dramático, sofre uma noite de insônia e começa a debater sobre a existência de seu corpo frágil e a sua paixão pela obra Hamlet, de William Shakespeare. O espetáculo mistura as linguagens do teatro físico e do cinema. Direção dos autores (50min). 12 anos. Estreou em 5/3/2012. Funarte MG (100 lugares). Rua Januária, 68, Floresta, ☎ 3213-3084. Terça e quarta, 20h. R$ 20,00. A bilheteria abre uma hora antes. Cc: M e V. Cd: M e V. Até 17 de abril.

HORROR OU BREVE ESTUDO SOBRE A PARALISIA, de Mickael de Oliveira. Pela primeira vez no Brasil, o grupo português Colectivo 84 sobe ao palco com o teatro contemporâneo que trata de profanar o corpo e a sua beleza revelando em primeiro lugar as suas partes secretas. Num cenário político e econômico decadente, os intérpretes trabalham dentro de um círculo de atração e de horror, oferecendo uma incursão pela impossibilidade de voltar a ser ingênuo. Direção de John Romão (70min). 18 anos. Estreou em 29/3/2013. Espaço Aberto Pierrot Lunar (100 lugares). Rua Ipiranga, 137, Floresta, ☎ 2514-0440. Neste sábado (30), 21h. R$ 20,00. A bilheteria abre uma hora antes do espetáculo.

MUNHECA, criação coletiva da Cia Burlantins. A comédia musical propõe a releitura do clássico O Avarento, de Molière, com Maurício Tizumba no papel de um homem rico e acumulador que, de maneira mesquinha e patética, se relaciona amorosamente apenas com o dinheiro. O elenco traz ainda outros nove cantores-atores. Direção de Elisa Santana (60min). Livre. Estreou em 21/3/2013. Funarte MG (100 lugares). Rua Januária, 68, Floresta, ☎ 3213-3084. Neste sábado (30), 20h, e domingo (31), 19h. R$ 10,00. A bilheteria abre uma hora antes do espetáculo. Cc: M e V. Cd: M e V.

SUSSURRUS, de David Leddy. A proposta da companhia escocesa Fire Exit é um espetáculo sem atores nem palco. Com um MP3 e um mapa em mãos, o público inicia uma caminhada pelo Inhotim ouvindo o drama inspirado na narrativa de Shakespeare em Sonho de uma Noite de Verão. Depois da grande estreia no jardim botânico de Glasgow, na Escócia, o espetáculo circulou por outros sete países. Direção do autor (120min). 18 anos. Inhotim. Rua B, 20, Brumadinho, ☎ 3751-9700. Sexta, sábado e domingo, das 10h às 15h. R$ 28,00. Até domingo (7).

DANÇA

RUI MOREIRA CIA. DE DANÇAS. Faça Algum Barulho é o primeiro espetáculo da companhia recém-criada pelo bailarino e coreógrafo nascido em São Paulo e radicado em Belo Horizonte. Antes de se aventurar na empreitada, ele brilhou durante anos no Grupo Corpo e nas trupes paulistanas Cisne Negro e Balé da Cidade. Ao lado de Rodrigo Bboy, adepto dos movimentos do break, Moreira interpreta um palhaço da Folia de Reis, mascarado e vestido com roupas coloridas, segurando em suas mãos o tradicional bastão de madeira. Concebida para a apresentação nas ruas, a montagem une danças populares e contemporâneas. Direção de Rui Moreira (45min). Livre. Teatro Espanca!. (60 lugares). Rua Aarão Reis, 542, Centro, ☎ 3657-7348. → Neste sábado (30), 20h, e domingo (31), 18h. R$ 5,00. A bilheteria abre uma hora antes do espetáculo.

Cotações | Péssimo ← | Fraco ✪ | Regular ✪✪ | Bom ✪✪✪ | Muito bom ✪✪✪✪ | Excelente ✪✪✪✪✪

Fonte: VEJA BELO HORIZONTE