Turismo

Oito destinos para aproveitar o feriadão em Minas

Por: Paola Carvalho e Rafaela Matias - Atualizado em

Catas-Altas
(Foto: Divulgação)

Para aproveitar o feriadão (sexta, 1º de maio, é Dia do Trabalho), listamos oito lugares para uma breve viagem não tão longe de Belo Horizonte. 

1. Brumadinho (51 km)

A apenas 51 quilômetros da capital, Brumadinho coleciona atrações turísticas e paisagens irresistíveis. Além do Instituto Inhotim, museu a céu aberto que reúne obras de arte contemporânea em uma invejável área verde, o município possibilita aos visitantes uma belíssima vista da Serra da Moeda, onde é possível relaxar entre montanhas ou, para os mais radicais, renovar as energias em voos de asa delta e parapente. 

2. Ouro Preto (100 km)

Antiga capital mineira, a cidade histórica fica a 100 quilômetros de sua sucessora. Tombada como Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco, Ouro Preto abriga um rico conjunto arquitetônico. Vale a pena visitar construções como a Casa dos Contos, o Museu da Inconfidência, a Matriz de Nossa Senhora do Pilar e a Igreja de São Francisco de Assis. Eventos culturais importantes também atraem turistas durante todo o ano. A Mostra de Cinema e o Festival de Inverno são alguns deles.

3. Lavras Novas (120 km)

Acordar, apreciar a névoa que cobre as montanhas, sair para caminhar nas ruas de pedra e descansar em uma das muitas pousadas rústicas do distrito são possibilidades que atraem os turistas. Restaurantes e tabernas aquecem a noite desse distrito de Ouro Preto, localizado a 120 quilômetros de Belo Horizonte. As cachoeiras garantem passeios divertidos.

4. Catas Altas (120 km)

Cidade histórica famosa pela produção do vinho de jabuticaba, Catas Altas divide com o município de Santa Bárbara a privilegiada Serra do Caraça, a 120 quilômetros da capital. Antes de chegar ao topo da serra, localizado a 2072m de altitude, não faltam cascatas e cachoeiras para embelezar a vista e deixar o clima ainda mais agradável.

5. Santana dos Montes (130 km)

O gracioso centro de Santana dos Montes, a 130 quilômetros de Beagá, contempla casarões históricos e ruas calmas. Na área rural, fazendas coloniais oferecem uma hospedagem de primeira e refeições preparadas em fogão à lenha. O lugar, rodeado pela Serra do Espinhaço, é uma excelente opção para quem aprecia a história e busca sossego. Passeios a pé e de charrete atraem os turistas que desejam visitar córregos e cachoeiras.

6. Tiradentes (190 km)

Uma das cidades históricas mais bem preservadas do Brasil, a romântica Tiradentes fica a 190 quilômetros da capital mineira. Ruas com calçamento de pedra, casarões coloniais e igrejas barrocas são emolduradas pela Serra de São José. Para os casais que querem curtir alguns dias de paz, passeios de charretes e uma ótima oferta de pousadas e restaurantes dão graça ao passeio. Ateliês de arte com peças trabalhadas em madeira, estanho, ferro e pedra-sabão também devem ser incluídos no roteiro.

7. Conceição do Mato (273 km)

DentroSerras, cachoeiras, lagos e poços dão um toque especial às belezas naturais de Conceição do Mato Dentro, considerada a "Capital Mineira do Ecoturismo". A 175 quilômetros da capital, a atração mais cobiçada é a Cachoeira do Tabuleiro, no Parque Estadual da Serra do Intendente, com os seus 273 metros de queda livre.

8. Carrancas (280 km)

Uma das cidades por onde passa a Estrada Real, Carrancas está rodeada por montanhas e vegetações variadas. A 280 quilômetros de Beagá, a cidade reúne dezenas de cachoeiras, poços, grutas e escorregadores naturais. Nos arredores, florestas se encontram à mata rasteira e ao Cerrado, formando um ambiente ideal para o ecoturismo. Trilhas de bicicleta, trekking e passeios a cavalo são opções para os que desejam explorar as matas da região.

Fonte: VEJA BELO HORIZONTE